Primeira Bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, já tendo se apresentado em vários países da Europa e das Américas do Norte, Central e do Sul.

Nasceu e foi criada no Rio de Janeiro onde começou seus estudos de balé. Sua carreira profissional iniciou-se na França integrando o Ballet de Marseille, de Roland Petit. Participou de festivais em Lausanne (Suíça), Veneza (Itália), Havana (Cuba) e na Gala Iberoamericana de La Danza, representando o Brasil, em Madrid (Espanha), em comemoração aos 500 Anos do Descobrimento das Américas.

Optando por continuar sua carreira no Brasil, foi Bailarina Principal do Teatro Guaíra (Curitiba-PR), da Associação de Ballet do Rio de Janeiro e em 1981, ingressou no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, como Primeira Bailarina.

Entre os muitos títulos, recebeu da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro o de Embaixadora da Cidade do Rio de Janeiro, e da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro o de Benemérita do Estado do Rio de Janeiro.

O Ministro da Cultura da República Francesa nomeou-a em 1997 “Chevalier Dans L’Ordre des Arts et des Lettres”, e em 1999, o Ministério da Cultura do Brasil outorgou-lhe o Troféu Mambembe-1998, pelo reconhecimento ao conjunto do trabalho e divulgação da dança em todo o território nacional.

Em 2002 recebeu do Ministério da Cultura a Ordem do Mérito Cultural, na classe de Comendadeira, por ter se distinguido por suas relevantes contribuições prestadas à Cultura no país, e em 2004 recebeu a Medalha Pedro Ernesto da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Como artista convidada dançou com importantes companhias tais como Saddler’s Wells Royal Ballet (Londres –Inglaterra ), Ballet Nacional de Cuba e no Ballet da Ópera de Roma (Itália).

Ela se apresentou praticamente em todos os Estados do Brasil, com o Theatro Municipal do Rio de Janeiro ou com Companhias e Academias de Ballet dos diferentes Estados. Levou para diversas capitais brasileiras os espetáculos “Ana Botafogo In Concert”, “Três Momentos do Amor”, “Suíte Floral”, e em parceria com Carlinhos de Jesus, “Isto é Brasil”. Em 2011 comemorou 35 anos de carreira com o espetáculo “Marguerite e Armand”.

A divulgação da dança é sua preocupação constante de Ana Botafogo que leva sua arte para todos os cantos do Brasil, assim como ministra palestras com o intuito de estimular jovens bailarinos aos encantos dessa profissão. É considerada tanto pelo público quanto pela crítica uma das mais importantes bailarinas brasileiras.

 

 

Anúncios